SEJAM
BEM-VINDOS


18 de mar de 2010

Notícias do Mundo Cristão


Vice-presidente do Brasil conta seu milagre no Congresso Empresarial da Igreja Universal do Reino de Deus

O presidente em exercício, José Alencar, afirmou na noite de segunda-feira que a redução de seus tumores é milagrosa. “Estão definhando, desaparecendo e isso é um fato”, afirmou ele, durante um evento da comunidade evangélica em Belo Horizonte.
Alencar foi um dos palestrantes no 10º Congresso Empresarial da Igreja Universal do Reino de Deus. Ao público, formado por fiéis da Igreja Universal e políticos ligados ao movimento evangélico, o vice-presidente contou sua trajetória como empresário, desde o momento em que deixou a casa dos pais, aos 14 anos.
Ele falou também da sua luta contra o câncer, que começou em 1997 e já o fez passar por 15 cirurgias. “Graças a Deus, agora na quarta-feira da semana passada, fizemos os exames. Olha, é um sucesso absoluto, é um verdadeiro milagre”, disse.
Alencar afirmou que, momentos antes de chegar ao evento, recebeu um telefonema do presidente Lula, que está no Oriente Médio, para lhe dar os parabéns pelo resultado dos exames de saúde.
“Eu, às vezes, fico preocupado, até. Será que eu mereço esse milagre, será que eu mereço isso? Eu terei feito alguma coisa para merecer isso? Eu me pergunto”, afirmou.
Igreja faz ordenação de lésbica‏ - Eva Brunne, recebe o comando da diocese de Estocolmo do arcebispo da Suécia, Anders Wejryd

ESTOCOLMO: A Igreja Luterana Sueca, informa ter ordenado seu primeiro bispo abertamente gay (bispa lésbica), apenas duas semanas depois de ter dado a seu clero o direito de formar casais homossexuais. E com isso, Eva Brunne, foi ordenada episcopisa da diocese de Estocolmo, em cerimônia realizada.
Eva Brunne, vive em “parceria registrada” com outra mulher. A “parceria” é um tipo de união civil entre lésbicas e gays suecos, usada antes da legalização do casamento homossexual, o que ocorreu neste ano. O casal tem um filho. “É muito positivo que nossa Igreja dê o exemplo aqui e me escolha para o episcopado com base em minhas qualificações, quando se sabe que pode haver resistência em alguns setores”, disse Eva, em entrevista.
A porta-voz da episcopisa, Annika Sjoqvist Platzer, disse desconhecer, se outras lésbicas assumidas, já haviam atingido o episcopado em igrejas de outros países. No entanto, a Igreja Unida de Cristo, uma denominação baseada nos Estados Unidos, tem diversos gays e lésbicas no posto de “ministro da conferência”, uma designação semelhante à de bispo, disse o porta-voz J. Bennett Guess.
Eva Brunne, que foi eleita episcopisa de Estocolmo em maio/2009, mas só recebeu a ordenação oficial agora, onde disse não ter encontrado muita resistência dentro da Igreja por conta de sua orientação sexual.
A Igreja Sueca se tornou mais aberta para as minorias sexuais em anos recentes, embora alguns sacerdotes ainda apresentem resistência. O ex-arcebispo Gunnar Weman, protestou contra a ordenação, dizendo que ela é “incompatível com a sagrada escritura da Igreja”. A Igreja da Suécia tem cerca de 7 milhões de membros, mas poucos assistem aos cultos, em um país amplamente secularizado.

Aumenta o número de católicos na América do Norte - 18/03/2010
O número de fiéis da Igreja Católica no Canadá e nos Estados Unidos registrou no ano de 2009 um pequeno aumento, confirmando-se como a maior Igreja dos Estados Unidos, enquanto perderam terreno algumas Igrejas Protestantes tradicionais, como a Convenção Batista do Sul.Esses são alguns dos dados que emergem do novo “Anuário das Igrejas Americanas e Canadenses”, publicado pelo Conselho Nacional de Igrejas. O Anuário – refere a agência CNS – publica todos os anos os dados recolhidos por diversos organismos das Igrejas cristãs na América do Norte, dando uma idéia da evolução das tendências religiosas da sociedade norte-americana. Os dados referentes à Igreja Católica, que nos Estados Unidos conta hoje quase 68 milhões de fiéis, registram, após uma pequena diminuição do ano precedente, um aumento de 1,49%.Cresceu também a Igreja de Jesus Cristo dos Santos do Último Dia, mais conhecida como Mórmons (1,71%) e as chamadas Assembléias de Deus (1,27%). Em 2009, a Convenção dos Batistas do Sul, que com os seus 16 milhões de fiéis continua sendo a segunda maior confissão religiosa dos Estados Unidos, ao invés registrou, pelo segundo ano consecutivo, uma perda de fiéis. Análoga diminuição verificou-se em outras Igrejas protestantes tradicionais. Segundo a diretora do Anuário, a Pastora presbiteriana Eileen Lindner, os dados devem ser, todavia, interpretados com cautela e não como sintoma de um geral distanciamento da religião por parte da sociedade norte-americana, que – sublinha – não sofreu o mesmo processo de secularização vivido nestes últimos 25 anos no Velho Continente.A edição 2010 do Anuário traz ainda um interessante capítulo dedicado à Igreja da imigração, do qual emerge o papel crescente dos imigrados nas Igrejas norte-americanas. Um papel – sublinha a Pastora Lindner - que no futuro poderia incidir sobre o “peso” da religião no debate público ao redor de questões como o aborto e as políticas de imigração.


Líder muçulmano convoca "guerra santa" contra cristãos 18/03/2010

As forças de segurança egípcias prenderam 13 cristãos coptas (Igreja cristã que não está em comunhão com a Igreja Ortodoxa nem com a Igreja Católica) – incluindo quatro menores de idade, que foram logo liberados – vítimas do ataque de 12 de março. Eles estão sendo acusados de realizar reuniões religiosas ilegais, danificar propriedades públicas, incêndio e assaltos. Cerca de 12 muçulmanos, de um total de 2.000 criminosos, foram presos pelo ataque contra 400 coptas em Mersa Matrouth, no noroeste do Egito. A violência foi iniciada por extremistas, incitados pelo Imam local, Mohamad Khamis Khamis, durante as orações de sexta-feira. Dos microfones da mesquita em Al-Ansar, os líder muçulmano convocou os fieis para uma “guerra santa” contra o templo cristão, ordenando que ele fosse destruído, e pedindo que os cristãos fossem expulsos.A multidão foi encurralada dentro da igreja, e os muçulmanos invadiram as casas cristãs antes de incendiá-las. A invasão deixou 23 cristãos feridos, sendo que dois deles foram levados para o hospital Victoria, Alexandria, em estado grave. Fontes relataram a destruição completa de 18 casas, quatro lojas e 18 carros. “Essas pessoas estão arruinadas”.O ataque aos cristãos coptas durou mais de 14 horas. A intervenção tardia das forças de segurança impediu uma chacina. A polícia retirou os fieis de dentro da igreja, no subúrbio de Rifiyah, para suas casas, que agora estão sendo patrulhadas para impedir outros ataques.

Nenhum comentário: