SEJAM
BEM-VINDOS


24 de ago de 2010

Aprendendo com a adoradora de ALLAH

REFLITA SOBRE ISSO!!!

"SE EU TE ADORAR POR MEDO DO INFERNO, QUEIMA-ME NO INFERNO, SE EU TE ADORAR PELO PARAÍSO, EXCLUA-ME DO PARAÍSO, MAS SE EU TE ADORAR PELO QUE TU ÉS, NÃO ESCONDA DE MIM A TUA FACE!" (Rábia, 800 a.C.)

Muitos conhecem esta frase. Está nos boletins das igrejas, em contracapas de CDs... mas poucos sabem alguma coisa sobre a procedência da mesma.

O nome da moça em questão era Rabia al Adawiya al Qadsiyya, mais conhecida como Rabia de Basra. Pelo que consta era uma mulher orfã que viveu como escrava, e após algum tempo ganhou a liberdade. Abraçou a fé muçulmana, e ficou conhecida por sua devoção. Escolheu viver uma vida muito pobre, quase miserável, tendo inclusive recusado algumas ricas propostas de casamento.Há registro de que muitas pessoas famosas da época vinham até ela para ouvir seus ensinamentos, que se consistiam basicamente em amar a Allah apenas pela sua existência, e não por medo de punições ou desejo de recompensa. Ela é tida até hoje como a principal referência feminina do islamismo.

Enquanto pessoas que nós consideramos trevas tem levado a sério a sua fé, nós como cristãos, em grande maioria, estamos muito distantes de uma vida reta diante de Deus. Será que estamos dispostos a abrir mão de nossos caprichos, nossas meninices, nosso orgulho? Será que estamos dispostos a levar a vida com Deus a sério, independente de homens e de situações? Será que estamos dispostos a colocar em segundo plano nossa vida material, como fez esta mulher? Isto me faz lembrar de uma frase de Mahatma Gandhi, quando ele disse: "O maior defeito do cristianismo são os cristãos". E me faz lembrar também outra frase, do nosso querido mestre, Jesus Cristo, quando Ele disse: "Os filhos das trevas são mais hábeis com os da sua geração do que os filhos da luz".

Que Deus derrame sobre nós Sua graça, para que estejamos dispostos a depositarmos nossas vidas nEle, e até a morrer por Ele.

Nenhum comentário: