SEJAM
BEM-VINDOS


14 de dez de 2009

A voz do que clama

João respondeu com as palavras do Profeta Isaías: “Eu sou a voz do que clama no deserto...” João 1:22-23
Ao contrário do que muitas vees pensamos, não somos nós que procuramos por Deus, é Deus quem desesperadamente vem ao nosso encontro. É Deus quem nos busca! “Adão, onde está você?” (Gn 3:9).
Não somos nós que tomamos a iniciativa de buscar as pessoas para levá-las a Deus. É Deus quem dá o primeiro passo e nos usa como instrumentos seus nesse resgate. João foi tal ferramenta: sua voz no deserto. A qualidade do serviço de João Batista não foi resultado da sua competência, mas de sua submissão à vontade de Deus. Da sua submissão, que o levou ao deserto, resultou sua competência sem pregar arrependimento!
Ser a voz, ser instrumento de Deus é um privilégio que muitos buscam, mas parece que poucos querem ir para o deserto. Poucos querem abdicar do seu conforto! Entre as revelações e chamados que de vez em quando ouvimos por aí, pouco se ouve de deserto, de periferia, de favela, etc.
Quem quer ser instrumento de Deus precisa deixar-se colocar nos lugares onde Ele quer que estejamos! Não onde nossos sonhos e desejos humanos os levam. No Reino de Deus não existe carreira profissional. Existe serviço, amor e entrega. E para onde Ele chamar você, vá e não olhe para trás!!!
Assim, antes de sermos voz de Deus, precisamos ouvir a voz de Deus! O deserto junto ao rio Jordão, onde João viveu, deu-lhe oportunidade de, no silêncio, ouvir atentamente o que Deus falou! Por isso, permita-se quietude para ouvir Sua voz.

Nenhum comentário: