SEJAM
BEM-VINDOS


12 de jun de 2010

Evangélicos e pastores se unem contra a proibição às manifestações religiosas imposta pela Fifa (11/06/2010)
As normas vigentes na Fifa sobre as proibições de manifestações religiosas, que serão válidas também na Copa do Mundo da África do Sul, desagradaram a Associação de Pastores Evangélicos do Paraguai (Apep).

A associação, que reúne quase 1.800 pastores evangélicos, informou em comunicado sobre sua postura “após receber correspondências e ligações telefônicas de diferentes países nas quais expressam a preocupação pela suposta proibição de orar durante o Mundial da África do Sul”.
O documento menciona que “tal proibição é atribuída ao presidente da Fifa, Joseph Blatter”, que, segundo o texto, “teria manifestado que a oração incentiva a violência”. A Apep sustenta “que a oração nunca foi motivo para incentivar a violência” e que a mesma “incentiva a amizade, a fraternidade, a unidade, a tolerância e a paz”.

“Também recebemos a denúncia de que a Fifa proibiria, por exemplo, que um jogador mostre uma camisa com alguma inscrição relacionada a sua fé”, diz outro parágrafo do comunicado. “Isto também é inadmissível, porque atenta contra a liberdade religiosa e a liberdade de consciência, direitos consagrados em todas as Constituições Nacionais dos cinco continentes”, afirma a Apep.
Finalmente, os pastores evangélicos paraguaios, cujo país participará pela quarta vez consecutiva de um Mundial, solicitaram “encarecidamente às autoridades da Fifa, no caso que as denúncias que fazemos sejam verídicas, que deixem sem efeito as supostas proibições da oração e expressão de fé durante” a competição.

Imagem de Jesus no ventre materno gera polêmica sobre aborto (10/06/2010)
Algumas igrejas protestantes da Inglaterra estão fazendo uma campanha para promover o Natal, através de uma imagem de uma ecografia de Jesus no ventre materno, coroado com uma auréola, noticia o “Daily Mail”.

A imagem, onde se lê “Ele está a caminho”, está gerando polêmica, pois alguns grupos acreditam que pode mergulhar a Igreja num aceso debate contra o aborto.
“É o tipo de imagem usado pelos ativistas anti-aborto e espero que a Igreja da Inglaterra não esteja tentando usar o poster de campanha de Natal para marcar uma posição política”, afirmou Terry Sanderson, da Sociedade Nacional Secular.
No entanto, o diretor da Sociedade Protetora das Crianças Não Nascidas, manifestou desejos que a imagem funcione como uma mensagem contra o aborto. “Esta imagem envia uma mensagem poderosa a toda a gente na Grã-Bretanha, onde 570 bebês são mortos todos os dias no ventre materno, sob a lei do aborto. Cada vez que matamos uma criança num aborto, estamos a matar Jesus”, defendeu.

Jobson, de volta ao futebol, depois de ser suspenso por usar drogas: “Meu psicólogo é Deus” (10/06/2010)
Disputado por Flamengo e Botafogo, Jobson não a vê a hora de ser anunciado por um dos dois clubes cariocas. O atacante está treinando regularmente com o time B do Brasiliense na expectativa de decidir o seu futuro até esta sexta-feira (11/06/10). Em meio a reuniões com o presidente do Jacaré, Luis Estevão, e com o empresário Antenor Joaquim, ele não estabeleceu preferência pelo Rubro-Negro nem pelo Alvinegro. Mas deseja dar a volta por cima no Rio de Janeiro.

- Estou mais experiente e maduro. A minha cabeça se encontra bem melhor. Agora vou pensar antes de agir. Passei a ser uma pessoa totalmente de Deus – afirmou o atacante, que se converteu a uma igreja evangélica.
Flagrado em dois exames antidopings nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro do ano passado, Jobson foi punido com seis meses de suspensão pelo STJD, em segunda instância, por uso de cocaína. O gancho do jogador termina no próximo dia 20 de julho, e ele acha que não demorará muito a entrar em forma.
- Estou bem fisicamente. Só preciso de três ou quatro jogos para ganhar ritmo de jogo – declarou.
Para os céticos, Jobson garante que está livre das drogas e não precisa de acompanhamento médico.
- Meu psicólogo é Deus. Nunca mais usei drogas. Também não bebo mais cerveja nem vinho. Só refrigerante, que também quero parar porque faz mal.
O jovem atacante, de 22 anos, tem contrato com o Brasiliense até dezembro de 2012. No entanto, Botafogo e Flamengo pretendem adquirir 60% dos direitos federativos do atleta. Ambos os clubes estudam colocar uma cláusula no contrato do jogador, caso ele volte a usar drogas.

Nenhum comentário: