SEJAM
BEM-VINDOS


18 de abr de 2010

Pastor produtor dos filmes Desafiando Gigantes e À Prova de Fogo critica a Teologia da Prosperidade (22/03/10)
“Reavivamento não se trata de uma grande multidão, mas trata-se de pessoas quebrantadas que querem ficar bem com Deus”, diz o pastor da igreja que produziu os filmes cristãos “Desafiando Gigantes”. “A Virada” e “À Prova de Fogo”.

“Dependendo do tempo, lugar e pessoas, reavivamento pode parecer diferente”, disse Michael Catt, pastor sênior da Igreja Batista de Sherwood em Albany, Geórgia (EUA). Mas todas as partes reavivam alguns elementos em comum: o arrependimento, a confissão, restauração e quebrantamento.
“Se nós estamos com fome e sede por Deus, se existe um desejo de mais, se há uma insatisfação com os santos, acreditando que com certeza Deus morreu por mais do que aquilo que estamos vendo em nossa igreja típica de hoje, estes são os elementos para um renascimento”, disse Catt, em uma entrevista para seu novo livro O poder da entrega: quebrantamento e reavivamento, lançado neste mês nos EUA.
O movimento do teologia da prosperidade e seus ensinamentos, entretanto, apresentam um problema para a renovação, porque confunde as pessoas, observou ele. Teologia da prosperidade, tal como definido pela Lausanne Working Group é o ensinamento de que “os fiéis têm o direito de ter as bênçãos de saúde e riqueza e que eles podem obter essas bênçãos através de confissões de fé positiva, mediante a fiel pagamentos de dízimos e ofertas”.
Catt apontou para um artigo encontrado na edição de dezembro da revista Atlantic. No artigo “Por que o cristianismo causou a batida?”, é questionado se o ensino do teologia da prosperidade desempenha um papel na América Latina por causa da crise econômica e habitacional.
A revista criticou que o teologia da prosperidade incentiva as pessoas a comprarem coisas que não podem pagar e ensina que elas não devem ser preocupar porque Deus quer abençoar materialmente aos fiéis. Se eles têm fé suficiente, então Deus proverá os meios.
“Às vezes o teologia da prosperidade e do sentir-se bem gospel dizem às pessoas o que elas querem ouvir”, disse Catt. “Mas quando você coloca que, ao lado do ensinamento de Jesus de carregar a cruz, a única razão para a cruz no primeiro século estar morrendo, então como encaixar o ‘morrer a cada dia para crucificar sua carne’ e ‘a teologia da prosperidade’?”
O pastor batista disse que para ele se o sermão não funciona em uma cabana de lama em um país do terceiro mundo, então provavelmente não é verdadeiro.


Ana Paula Valadão profetiza queda da igreja católica e é criticada (17/04/10)
Há duas semanas católicos de todo o país estão difamando a cantora Ana Paula Valadão Bessa. Em um show a cantora profetizou a queda da igreja Católica e expressou seu desejo de que padres e seminaristas se convertam.

Ela também se referiu ao culto a Maria como “mariolatria”, por isso foi amplamente criticada por católicos via Orkut e twitter. A crítica refere-se à intolerância religiosa.
Segundo o padre Joãozinho, em seu blog, a reação dos católicos foi impressionante. O padre afirmou que não está correto afirmar que ela profetiza a queda da igreja Católica. “Na verdade ela profetiza uma ‘onda de avivamento’. Fala de conversão de padres e seminaristas que publicamente confessarão os seus pecados. Esperamos que isso aconteça em todas as religiões e Igrejas do mundo, inclusive nas evangélicas. Nosso mundo precisa de paz. Ouvir as profecias que nos incomodam pode ser um bom começo para chegar um dia ao diálogo da unidade”, escreveu padre Joãozinho.
Esta não foi a primeira vez que Ana Paula cria polêmica entre os católicos. Em 2004, Ana Paula havia sido criticada pelo cantor católico Walmir Alencar porque as músicas do ministério Diante do Trono eram tocadas durante a eucaristia. Porém o cantor chegou a pedir perdão para Ana Paula. A cantora aceitou o pedido e declarou que nunca tinha feito menção ofensiva aos católicos, considerando-os como cristãos.
Em 2007 a cantora declarou que há mais convertidos católicos do que evangélicos. Nessa mesma época ela defendeu que imagens de madeira não são ídolos, podendo ser uma referência à Jesus.



Igreja Assembléia de Deus contesta polêmica sobre vacina da gripe suína H1N1 (14/04/10)
Polêmica divulgada em informativos e sites na internet destaca a vacina contra Influenza A como um projeto de conspiração internacional para dizimar parte da população mundial.

A campanha de vacinação contra a Influenza A (Vírus da Gripe H1N1) gerou nos últimos dias uma grande polemica evolvendo os lideres evangélicos que estariam proibindo os fieis de tomarem a vacina. A base da polemica estaria em informativos e vídeos na internet divulgando uma conspiração internacional, onde o objetivo seria exterminar em massa parte da população mundial. Fato esse negado por uma das maiores denominações evangélicas no Acre, igreja Assembléia de Deus, que ainda ofereceu seu templo para ser usado como um dos locais de vacinação.
Por conta da morte de uma criança no Estado do Pará, supostamente debilitada por ter tomado a Vacina, uma série de palestras estariam sendo feitas em igrejas e reuniões familiares orientando as pessoas a não tomarem a vacina. Polêmica desmentida por um dos principais lideres da igreja Assembléia de Deus de Rio Branco, pastor Francisco Francelino. “As igrejas evangélicas no Acre não se reuniram para tomar uma decisão sobre o assunto, porque vemos que é de fundamental importância a vacinação da população. Até nosso templo foi usado pelos órgãos de saúde, para funcionar como um local de atendimento as pessoas que devem ser vacinadas”, esclareceu o pastor.
Com os boatos que surgiram, a problemática volta-se principalmente para o resultado da campanha de vacinação contra a influenza A. O que de acordo com a gerente de imunização Maria Auxiliadora a preocupação está sendo grande devido somente 50% do público infantil e 32% das mulheres grávidas foram imunizadas. “Esse grupo é o mais vulnerável a contaminação da doença. Alertamos a população para não deixar de tomar procurar os postos de saúde para serem imunizadas com a vacina. Os boatos não podem deixar a população em duvida, já que muitas pesquisas foram feitas e testaram a eficácia e a importância da vacina”, explicou Auxiliadora.
A gerente acrescentou ainda, que a única contra indicação é para pessoas com alergia à proteína do ovo de galinha. Já o pastor e vice presidente da igreja Assembléia de Deus, Francisco Francelino, disse que a atitude que estaria aterrorizando pessoas é um ato irresponsável e disseminado por pessoas sem instrução. “Estamos incentivando nossos fieis a receberem a vacina para se imunizar da gripe suína”, esclareceu Francelino.
A reportagem procurou mais comunidades para saber qual seria a denominação no Estado que estaria incentivando a rejeição da dose da vacina, mas todas as igrejas evangélicas procuradas não sabiam de tal campanha contra a Influenza A.
A reportagem também analisou vários vídeos na internet e verificou que muitos argumentos são colocados contra e a favor da vacina. Comunidades evangélicas principalmente nos Estados Unidos alertam sobre uma organização mundial que vem tentando controlar o mundo. Outros vídeos destacam que tudo isso, não passa de terroristas querendo desestabilizar parte da população e incentivar uma revolução.

Nenhum comentário: